Ruptura de Ligamento Cruzado Cranial em Cães

Nós da OrtoPet conhecemos bem a dedicação que nossos clientes têm com os seus pets e que estão sempre atentos à tudo o que diz respeito a saúde deles. Por esse motivo vamos abordar no nosso texto de hoje, o que é a Ruptura de Ligamento Cruzado Cranial em Cães, como ela afeta nossos pets em suas rotinas de passear, saltar, correr e tudo aquilo que nós donos de cães e eles nossos melhores amigos amamos fazer quando estamos juntos. Todos prontos? Então mãos à obra!

O que é a Ruptura do Ligamento Cruzado Cranial ou Anterior dos cães?

É considerada uma injúria degenerativa ou aguda (trauma) do ligamento cruzado cranial, e que resulta na instabilidade parcial ou completa da articulação do joelho. A ruptura do ligamento cruzado cranial em cães é a principal responsável pela MAD (Moléstia Articular Degenerativa ou Osteoartrite) em joelhos caninos.

Qual a localização do ligamento cruzado cranial e qual a importância de sua função?

Ele fica dentro da articulação do joelho, e a importância de sua função está relacionada ao fato dele impedir que a tíbia gire para dentro do corpo, não permitindo portanto a rotação interna desse osso, além de impedir com eficiência o deslocamento cranial da tíbia, ou seja, para frente em relação ao fêmur. Esse ligamento então previne a hiperextensão do joelho. De tamanho pequeno mas muito forte, a sua resistência à ruptura é cerca de 4 vezes o peso do animal.

As rupturas agudas por trauma são menores que 20% dos casos e ocorrem por hiperextensão e ou rotação interna excessiva da tíbia.

É muito importante ressaltar que a má-formação angular óssea nos joelhos de todos os cães, num local da tíbia conhecido como platô ou mesa-tibial, somada ao envelhecimento do centro do ligamento dos cães com aproximadamente 5 anos de idade e de peso superior aos 15 kg, são fatores que contribuirão enormemente para que as rupturas parciais (25 a 30% dos casos) ou totais do ligamento cruzado cranial venham a ocorrer. Em nossa clínica, o joelho dos caninos é o local que recebe o maior número de intervenções operatórias devido às rupturas do ligamento cruzado cranial ou anterior.

Há outros fatores importantes que possam contribuir para as rupturas?

Sim, com certeza. Citemos por exemplo o desuso do ligamento por sedentarismo, o excesso de peso do pet, a luxação patelar, as diferentes conformações ósseas e seus desvios angulares, as doenças imuno-mediadas como as artrites e as sinovites, e as imobilizações por causas diversas.

Existe algum dano à outra estrutura importante do joelho quando ocorrem as rupturas totais do ligamento cruzado cranial ou anterior?

Sim, o menisco medial tem sua porção caudal ou posterior danificada em 50% dos casos. O menisco medial fica situado entre o fêmur e a tíbia, dentro da articulação do joelho. Ele tem uma importante função: a de amortecer os impactos e os atritos que ocorrem entre esses dois ossos.

Quais as raças de cães mais afetadas pela Ruptura do Ligamento Cruzado Cranial ou Anterior?

Há mais de 200 raças de cães. Qualquer uma delas, sem excessão, poderá ter a doença. Dogos Argentinos, Pit Bulls, SRDs, Rottweilers, Goldens e Labradores Retrievers chegam com regularidade à nossa clínica para o tratamento dessa importante enfermidade.

Como é feito o diagnóstico da Ruptura de Ligamento Cruzado Cranial ou Anterior em cães?

Por meio do exame físico do joelho envolvido, usando a palpação, o médico veterinário especializado em ortopedia veterinária com experiência nesse tipo de procedimento, poderá tranquilamente diagnosticar as rupturas agudas ou recentes, quer sejam parciais ou totais. Um exame de imagem simples por meio de Raio-X (Figura 1) poderá ajudar, e então ser solicitado.

As rupturas de característica crônica que já tenham ocorrido há algum tempo (com o fibrosamento de estruturas internas do joelho), poderão a critério do médico veterinário especializado em ortopedia veterinária, ser diagnosticadas por ultrassom do joelho (cães pesando pelo menos 11 kg), ou por exame de ressonância magnética.

Existe alguma prevenção da Ruptura do Ligamento Cruzado Cranial nos cães?

Sim. Pode-se ao menos tentar manter os animais com o peso e a musculatura adequados (não sedentários), e fazer o que se é exigido em qualquer medicina preventiva: visitas regulares anuais ao médico veterinário especializado em ortopedia veterinária.

Como é feito o tratamento para a Ruptura do Ligamento Cruzado Cranial / Anterior em cães?

Há diferentes cirurgias para o tratamento da ruptura ligamentar envolvendo o ligamento cruzado cranial dos caninos.

O cirurgião irá indicar a técnica mais adequada para cada caso, dependendo da idade do pet, do tipo de atividade que ele tem, do seu estado geral de saúde, etc… O objetivo final é dar ao seu amigão o máximo de conforto e confiança, para que ele possa voltar a ser o pet que todos nós desejamos.

Ofereceremos uma variedade de técnicas cirúrgicas. Fique tranquilo; vamos em conjunto escolher aquilo que for ideal para seu cãozinho. Ética, responsabilidade, profissionalismo e competência são o nosso principal compromisso enquanto profissionais da área de saúde.

Entre em contato