Necrose Asséptica da Cabeça do Fêmur em Cães

Nós da OrtoPet conhecemos bem a dedicação que nossos clientes têm com os seus pets e que estão sempre atentos à tudo o que diz respeito a saúde deles. Por esse motivo vamos abordar no nosso texto de hoje, o que é a Necrose Asséptica / Avascular da Cabeça do Fêmur (NACF) em caninos, como ela afeta nossos pets em suas rotinas de passear, saltar, correr e tudo aquilo que nós donos de cães e eles nossos melhores amigos amamos fazer quando estamos juntos. Todos prontos? Então mãos à obra!

O que é a Necrose Asséptica da Cabeça do Fêmur (NACF) em cães?

Trata-se de uma degeneração espontânea da cabeça e do colo ou “pescoço” femorais, resultando no colapso da articulação coxofemoral e MAD (moléstia articular degenerativa / osteoartrite).

Qual é a causa da Necrose Asséptica da Cabeça do Fêmur em cães?

A causa exata é desconhecida; uma lesão vascular não identificada com pontos de infarto nos vasos da parte superior do fêmur e causando um processo de falta de suprimento sanguíneo nesse local. Ocorre então necrose do osso na parte que se localiza abaixo da cartilagem o que leva ao colapso e deformação da cabeça femoral principalmente durante a pisada. Também nessa doença, o fator hereditariedade está presente.

Quais raças de cães poderão desenvolver a doença de Necrose Asséptica da Cabeça do Fêmur?

As raças toy, miniatura e pequena de cães, principalmente Terriers, Pinschers, Poodles, Pugs, Malteses e Yorkshires, além de outros. A maioria dos animais têm geralmente de 5 a 8 meses de idade, com uma abrangência dos 3 aos 13 meses de vida. De maneira geral, 12 a 16% dos cães afetados possuem a doença na forma bilateral.

Qual o principal sinal clínico durante a manifestação dessa doença?

A claudicação ou manqueira estará presente durante o apoio da pata no chão. Todavia, outros animais poderão se movimentar em 3 patas, devido a dor que costumam sentir ao tocar o membro doente no solo durante a locomoção.

De que maneira é feito o diagnóstico da Necrose Asséptica da Cabeça do Fêmur em cães?

Por meio do exame ortopédico, onde geralmente o pet tem dor durante a manipulação do quadril, podendo apresentar atrofia da musculatura da coxa. As imagens radiográficas devem sempre ser solicitadas pelo médico veterinário ortopedista e podem revelar uma diminuição da densidade óssea da porção superior do fêmur, e ou alargamento do colo (“pescoço”) femoral com ou sem achatamento e deformidade da cabeça femoral (Figura 1), osteoartrite do local; dependendo sempre do estágio em que se encontra a doença desse cãozinho.

Como é feito o tratamento da NACF em caninos e qual seu o prognóstico?

O tratamento de eleição é a ressecção (remoção por osteotomia ou corte do osso) da cabeça e do colo femorais, com fisioterapia especializada imediatamente após o ato cirúrgico (24-36 horas) visando o apoio precoce do membro operado.
O prognóstico é excelente, com total recuperação ocorrendo dentro de alguns meses após a intervenção cirúrgica.

Obrigado; consulte-nos; fale com nosso médico veterinário especializado em ortopedia veterinária.

Entre em contato